Princípios Básicos para uma Vida Harmoniosa*

Desorganização interna e externa são fatores limitadores do crescimento humano, enquanto que a organização é um fator de libertação. A organização da mente traz harmonia e uma abundância de energia mental e física, promovendo a saúde como um todo.

A fim de organizar a vida efetivamente, é importante fazer uma autoinvestigação, reorientando a mesma, a partir de nossas vivências e reflexões. Assim, neste processo autoinvestigativo, e, para ilustrar, é de suma importância conhecermos alguns princípios filosóficos de pensadores diversos da humanidade e provérbios oriundos da sabedoria popular, relembrando, frases e conceitos célebres sobre o “amor” e seus valores relativos, com o intuito de conduzir-nos à uma profunda reflexão.

 

Pensamentos sobre o AMOR, e seus valores relativos:

“O amor não vê com os olhos: vê com a alma.” William Shakespeare

“A medida do amor é amar sem medida.” Santo Agostinho

“Não há jardim sem flores, nem coração sem amor.” Miguel de Cervantes

“Amor é a força unitiva na diferença.” Platão

“O amor e a fé são os dois remos com os quais se pode conduzir o barco pelo agitado mar da vida.” Sathya Sai

 

Valores relativos ao AMOR:

Amizade:
“A prosperidade cria amigos; o infortúnio os prova.” Sabedoria Árabe
“Há amigos que são mais queridos que um irmão.” Provérbios, 18:24
“Na seca conhecem-se as boas fontes, e na adversidade, os bons amigos.” Provérbio Chinês

Simpatia:
“Para conseguir o que queiras, te valerá mais o sorriso que a espada.” William Shakespeare

Compaixão:
“O que é compaixão? É a experiência emocional que surge de um coração puro, cheio de amor, e que deixou de pensar somente em si mesmo.” Sathya Sai

Alegria:
“A alegria é o sol das almas: ilumina a quem a possui e reanima a quantos recebem seus raios.” São João da Cruz
“Eu dormia e sonhava que a vida era alegria. Acordei e verifiquei que a vida era servir. Servi e descobri que servir era a alegria.” Rabindranath Tagore
“Saudemos a cada novo dia com alegria e esperança, porque ele nos chega como um presente de Deus.” São Francisco de Assis

Perdão:
“Compreender a dificuldade dos outros é perdoar.” Leon Tolstói
“O fraco jamais perdoa: o perdão é característica do forte.” Gandhi

Serviço, Doação e Dedicação:
“Aquele que está na senda não existe para si mesmo, mas para os outros; esquece a si próprio para poder servi-los.” Jiddu Krishnamurti
“Quem muito teme os homens, jamais fará algo de grande por Deus.” Inácio de Loyola

Bondade:
“A bondade nada sabe de cores, credos ou raças. Todos os homens nascem iguais.” Abraham Lincoln
“Não há um único ponto do caminho em que se possa pôr de lado a bondade; nem no começo, nem no meio, nem no fim.” Paul Brunton

Devoção:
“A prova de que choveu está na umidade da terra; a prova da devoção, na paz espiritual do devoto, paz que o protege contra os efeitos do êxito ou do fracasso, da fama e da desonra, da vitória ou da derrota.” Sathya Sai

Saiba mais: http://institutosathyasai.org.br/sample-page/amor/

(*) Coração Ensinando Coração, Manual de Práticas em Valores Humanos, Volume V – Valor Amor. Instituto Sri Sathya Sai de Educação do Brasil.